Escuteiros de Oiã participaram no Acampamento Nacional do C.N.E.

7 08 2007
ACANAC 2007 - Insígnia

ACANAC 2007 - Insígnia

O Agrupamento 1143 de Oiã, juntamente com alguns outros agrupamentos da nossa região, participou no XXI ACANAC – 21º Acampamento Nacional do Corpo Nacional de Escutas, que se realizou no Monte Trigo, em Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco, de 30 de Julho a 6 de Agosto.

É a 2ª vez que o Agrupamento de Oiã participa num ACANAC. Há 5 anos atrás, participou apenas com a secção dos Pioneiros. Porém, neste ano, o agrupamento quis ir mais longe, conseguindo a participação de mais jovens, oriundos das secções dos Exploradores, Pioneiros e Caminheiros. Este objectivo só foi alcançado devido ao esforço, dedicação e trabalho dos chefes e de todos os escuteiros, além do apoio incondicional que os pais demonstraram ao longo deste ano escutista, bem como ao apoio da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




ACANAC: Fotos das Actividades dos Pioneiros

6 08 2007

Os melhores momentos das Actividades dos Pioneiros no XXI ACANAC 2007, que decorreu em Idanha-a-Nova.





ACANAC: Fotos das Actividades dos Exploradores

6 08 2007

Fotos das Actividades dos Exploradores no XXI ACANAC 2007, que decorreu em Idanha-a-Nova:

Leia o resto deste artigo »





ACANAC: Fotos das Actividades dos Caminheiros

6 08 2007

Fotos das Actividades dos Caminheiros no XXI ACANAC 2007, que decorreu em Idanha-a-Nova.

Leia o resto deste artigo »





XX ACANAC 2002 – Fotos

8 08 2002

Fotos da participação dos Pioneiros no XX ACANAC 2002, que se realizou no Campo Militar de Santa Margarida, em Abrantes:





Os Pioneiros estiveram no XX ACANAC

5 08 2002

O nosso grupo Pioneiro foi um dos quatro grupos da Região de Aveiro que participaram no XX ACANAC – Acampamento Nacional, que se realizou no Campo Militar de Stª Margarida – Abrantes, de 29 de Julho a 5 de Agosto.

ACANAC 2002 - Insígnia

ACANAC 2002 - Insígnia

Esta Actividade teve como lema “O Mundo nas tuas Mãos” e contou com a presença de 5000 escuteiros de todo o país e de mais 15 países representando 4 continentes.

O nosso grupo, andou cerca de dois anos a preparar-se para participar nesta grande actividade, pois ela é um marco histórico na vida de um escuteiro.

O imaginário das actividades dos Pioneiros foi baseado na vida dos primeiros cristãos e pretendeu desenvolver sete valores: Verdade, Serviço, Vigilância, Ousadia, Perseverança, Humildade e Fé.

Os dois primeiros dias, foram dedicados à montagem de campo, onde se construiu uma verdadeira cidade de lona. Os nossos pioneiros se destacaram fazendo construções audazes que foram admiradas por todos.

Durante o ACANAC, foram-nos colocados muitos desafios com a  realizamção de várias actividades, tais como, Raids, percursos de BTT, Jogos de Cidade, Canoagem, Jogos Aquáticos, Construção de Jangadas no Rio Tejo, Pólo Áquatico, etc.

O ACANAC também teve uma componente de formação muito importante com a realização de várias actividades de Educação Ambiental, e com a realização de vários ateliers de Técnicas de Comunicação/Animação, Técnicas de Campo e Tecnicas de Construção.

Quanto aos nossos dirigentes, estiveram envolvidos em alguns dos Serviços (Segurança, Saúde e Ambiente) onde deram um contributo muito positivo, para tornar possível a realização desta Actividade.

A actividade culminou com uma missa campal que foi presidida pelo D. Manuel Clemente, Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, e celebrada pelo Assistente Nacional do CNE e por diversos assistentes do país. Perto da hora da despedida da actividade os participantes mostraram em conjunto a possibilidade de ter realmente o “Mundo nas Suas Mãos”, como preparação para a grande festa de encerramento. Com alguma emoção, momentaneamente, a arena principal foi um todo, em que todas as secções pareciam um só. Lenços no ar, vozes ao alto, unidos num só pensamento, os escuteiros encheram a “Praça do Mundo” com uma oração que ficará para sempre nas memórias de quem participou.

O ACANAC foi uma experiência única nas nossas vidas, e muito enriquecedora, quer para os Pioneiros, quer para os seus Dirigentes. Partimos desta actividade levando a seguinte mensagem connosco:

“Vontade de ir mais além
De dar esta mão a alguém
Olhar o céu e ver
O que não estou a perder
quando tenho
Vontade de ter um gesto
Ser fonte no meio do deserto
Trazer o longe aqui ao pé
E não me deixar ir com a maré”

Entrevista concedida pela nossa Pioneira Joana Martinho ao Correio da Manhã durante o ACANAC

Entrevista concedida pela nossa Pioneira Joana Martinho ao Correio da Manhã durante o ACANAC